STF condena Padre Lodi por convencer juiz a impedir aborto por meio de um habeas corpus

Senado aprova aumento de 16% nos salários dos ministros do STF

O Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou hoje a decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que determina a obrigação ao padre Luiz Carlos Lodi de pagar uma indenização de R$ 398 mil a um casal de Goiás, por ter conseguido convencer um juiz a impedir o aborto de uma criança com Síndrome de Body-Stalk por meio de um habeas corpus. O caso aconteceu em 2005. Com essa decisão, o STF indiretamente legitima o aborto de crianças fora dos três casos não punidos pela lei (estupro, risco de vida e anencefalia).

A ativista Débora Diniz, que defende que alguns deficientes sejam abortados por serem “alguns dentre os subhumanos”, comemorou a decisão: “Por que essa medida judicial é importante? É a primeira que eu conheço na América Latina e no Caribe de tamanha sentença contra a Igreja Católica. Segundo, ela tem um papel inibidor da voz da Igreja para causar danos morais às mulheres.”, afirmou ao blog feminista Az Mina. Embora pouquíssimo conhecida pela grande maioria da população brasileira, Débora se encontra auto-exilada.

Quando entrevistado após sua condenação pelo STJ, o Padre Lodi, por sua vez, afirmou que não se arrepende de defender a vida da criança. “Ao dizer que a vida humana é sagrada, eu acredito que, ou a gente aceita como uma verdade universal ou nós vamos cair nas atrocidades do nazismo. Eu ser condenado por causa de Jesus e com Jesus e de um tribunal, que não é nem de 1º nem se 2º grau, para mim é uma honra. Eu não mereço, mas eu agradeço”, disse o padre em entrevista à TV Anhanguera.

Ao ser questionado se teria condições de pagar a indenização estipulada primeiramente pelo STJ, o padre respondeu que não tinha o dinheiro e que também não queria que lhe doassem nada para pagamento dessa indenização.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s