Como explicar as Idades avançadas em Gênesis?

André Messias
Uma das objeções levantadas por muitos ateus sobre o livro de Gênesis é sobre as idades muito elevadas de alguns Patriarcas- como Adão que viveu 900 anos – e muitos se perguntam como isso pode ser possível. Muitos católicos, cedendo ao mundo, dizem, simplesmente, que são só metáforas. Em primeiro lugar, falamos que não é assim que um católico deve interpretar as Escrituras. Não podemos deixar de recordar a encíclica de Leão XIII que cita Santo Agostinho: “Na interpretação das Sagradas Escrituras não é legítimo se distanciar do sentido literal óbvio, a não ser que a razão nos proíba ou alguma necessidade nos force a deixá-la.” (Providentissimus Deus – Leão XIII). Devemos sempre prezar pela Literalidade e provaremos aqui que tais idades são possíveis cientificamente.

Teorias do envelhecimento
Primeiramente, temos que definir o que é envelhecimento. Envelhecimento pode ser definido como um processo biológico caracterizado por um acúmulo gradual de dano molecular, celular, tecidual e orgânico. Vários autores colocam que o envelhecimento se inicia no momento do nosso nascimento. As causas desse fenômeno ainda não são bem esclarecidas. Diversas são as teorias do envelhecimento. Após a premiação Nobel pelo seu trabalho, em 1960, Sir Peter Medawar instigou muitos pesquisadores a investirem nesse campo de pesquisa. Houve um grande avanço, porém ainda estamos muito longe de uma teoria definitiva ou de um entendimento completo desse processo. Dentre essas teorias destacaremos a Estocastica. A teoria Estocástica enfatiza que as agressões ambientais induzem danos acumulativos em vários níveis celulares,como a causa do envelhecimento. Dentre as Estocasticas é importante destacar as mutações somáticas e Danos ao DNA que descreve que São 2 os tipos de agressões que o DNA pode sofrer: mutação e danos. As mutações são alterações nas sequências de polinucleotídeos, de modo que os pares de bases sofram deleções, acréscimos, substituições ou rearranjos. Cromossomos humanos idosos parecem ser mais sujeitos a agressões do que os jovens. Os danos ao DNA podem ser causados por fatores intrínsecos ou extrínsecos e essas alterações produzem erros estruturais que interrompem, modificam ou quebram a cadeia de DNA. Os efeitos de dano e mutações são similares, mas os processos são distintos, e ambos podem interferir na expressão gênica. Outra tese dentro da estocastica é a do Dano Oxidativo gerado pelos radicais livres e muitas outras. Todavia, o que Queremos destacar dessa teoria é que fatores ambientais podem interferir na expressão gênica e com isso levar ao envelhecimento. Mas o que isso tem haver com as idades de gênesis?

A Era pós Diluviana

Com o Dilúvio não só todos os seres com sopro de vida sobre a Terra foram extintos, mas todo o ambiente do Planeta mudou. É dito no Texto Sagrado:


11 No ano seiscentos da vida de Noé, no segundo mês, no décimo sétimo dia do mês, romperam-se naquele dia todas as fontes do grande abismo, e abriram-se as barreiras do céu.

12 A chuva caiu sobre a terra durante quarenta dias e quarenta noites.

Gênesis 7

É possível verificar que o Dilúvio foi um desastre de proporções cataclismicas. Após ele a Terra não era a mesma de antes, pois o ambiente mudou e , por consequência, isso acabou interferindo no homem. Pegando as teorias do envelhecimento, as várias alterações no ambiente podem ter gerado mutações e danos que interferiram na expressão gênica humana favorecendo um processo de envelhecimento precoce. Também o próprio ar pode ter mudado o que favoreceu o aumento de radicais livres. Muitas outras alterações podem ter ocorrido, mas todas culminam para uma nova humanidade que, devido as alterações do meio, não vive mais como antes e , portante, morre mais cedo. Isso é uma punição de Deus pelos pecados do homem conforme também afirma o Livro de Gênesis

3 O Senhor então disse: “Meu espírito não perma­necerá para sempre no homem, porque todo ele é carne, e a duração de sua vida será só de cento e vinte anos”.
Gênesis 6

Conclusão
Não há porque duvidarmos do sentido Literal de gênesis. Um católico deve manter sua Fé e evitar os delírios pseudo científicos Darwinistas. Uma Leitura boa das Escrituras- a Luz do Magistério e dos Santos Padres- e uma boa ciência jamais podem se contradizer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s