Leigos católicos imploram que o Papa Francisco fale sobre o homossexualismo na Cúpula do Abuso

ROMA, 20 de fevereiro de 2019 – Um grupo internacional de leigos católicos realizou uma manifestação pública em Roma ontem fora do Vaticano, implorando que o Papa Francisco e os bispos do mundo abordem o homossexualismo durante a próxima Cúpula de Abuso como a principal causa da violência sexual. crise de abuso na Igreja Católica. Um número de leigos católicos de organizações proeminentes fez declarações em uma conferência de imprensa durante o evento, descrevendo as preocupações que eles têm sobre a Cúpula do Abuso. Links para as declarações completas estão incluídos abaixo.

“Se este Sínodo se limita a discutir apenas o problema do abuso de menores, não dizendo nada sobre a praga da homossexualidade que infesta a Igreja, este Sínodo trairá sua missão”, declarou a Coalizão Internacional dos Leigos em um comunicado de imprensa.

O Papa Francisco convocou os presidentes de todas as conferências episcopais do mundo para discutir abusos sexuais na Igreja. A reunião será realizada de 21 a 24 de fevereiro.

“O Sínodo trairá sua missão se não abordar as profundas causas da crise na Igreja, que se originam da negação e do abandono da lei moral absoluta e universal”, acrescentou o grupo.

A coalizão se reuniu na Piazza San Silvestro, onde agitaram bandeiras, fizeram discursos, recitaram o Rosário e leram os Evangelhos, bem como o Livro de Gomorra de São Pedro Damião. Cerca de 100 pessoas estiveram presentes no evento.

Houve representantes na manifestação de vários países, incluindo Canadá, Estados Unidos, Reino Unido, Brasil, Polônia, França, Eslováquia e outros. As organizações do evento incluíram The Remnant (EUA), Renaissance Catholique (França), LifeSiteNews (Canadá), A Sociedade para a Proteção das Crianças Não Nascidas (Reino Unido), Fondazione Lepanto (Itália), A Sociedade para a Defesa da Tradição, Família e Propriedade e outros.

“Com esta demonstração, queremos expressar – por meio do silêncio, oração, a leitura de livros sagrados e nossa ‘posição de atenção’ – a voz dos fiéis”, afirmou a Coalizão.

“Fiel porque somos leigos simples, sujeitos à autoridade da Igreja, mas também porque queremos professar e defender a fé católica, que hoje infelizmente está sendo traída por aquelas mesmas autoridades que deveriam defendê-la”, afirma o grupo. adicionado.

Foto: Coligação Internacional dos Leigos, coletiva de imprensa, 19/02/2019

Matéria do site LifeSiteNews

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s