Planalto se preocupa com Sínodo da Amazônia por seu possível “viés esquerdista”

B2FC4D2E-B74D-4CC7-ACA9-DDFD551AC210

O Palácio do Planalto está preocupado com a realização do Sínodo sobre Amazônia, que reunirá em Roma, em outubro, bispos de todo o mundo, registra o Estadão.

Na avaliação do governo, o debate vai abordar parte da ‘agenda da esquerda’ e criticar o governo Jair Bolsonaro.

“Estamos preocupados e queremos neutralizar isso aí”, disse o ministro chefe do GSI, Augusto Heleno. “Achamos que isso é interferência em assunto interno do Brasil”.

“Há muito tempo existe influência da Igreja e ONGs na floresta”, disse. “Não vai trazer problema. O trabalho do governo de neutralizar impactos do encontro vai apenas fortalecer a soberania brasileira e impedir que interesses estranhos acabem prevalecendo na Amazônia. A questão vai ser objeto de estudo cuidadoso pelo GSI. Vamos entrar a fundo nisso.”

 

Matéria do site O Antagonista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s